Convites

Antes de mais, um abraço ao João, e um pedido de desculpas ao Paulo pelo meu excessive silêncio. Arranco com um comentári desgarrados e algo visceral, mas hoje não acordei particularmente bem disposto ou inspirado...

Portugal parece ser um pais de convites, em particular nas suas academices. Sempre que recebo um convite para uma conferência, encontro, sessão pública, tertúlia ou novo número de uma revista, fico a pensar como será que os oradores ou autores magicamente aparecem nos seus devidos lugares, comunicações e artigos. Suponho que também convidados, mas de um modo mais pessoal, mais especial, e sobretudo menos público. De facto, agora que me ponho a pensar nisso acho que se podem contar pelos dedos de uma mão as vezes q me foi dada ao conhecimento um call for papers para uma revista científica portuguesa ou uma conferência. E isso preocupa-me porque me parece traduzir uma atitude perante a investigação científica e a produção e discussão do saber que tem pouco de aberto, ou público. E põe-me a pensar segundo que critérios se escolhem certas pessoas para falar ou escrever, quem os escolhe, como os convida, em que termos essas pessoas aceitam.

Se amanhã um qualquer instituto de investigação tivesse de fazer uma conferência sobre o futuro da política externa portuguesa, temo q não apereceriam, nas revistas científicas de referência, nas listas de discussão e blogues de referência, ou nos painéis informativos das universidades convites abertos a quaisquer investigadores que sobre esse assunto quisessem submeter um artigo ou apresentação à consideração desse instituto, ou da comissão organizadora da conferência. Ao invés, o habitual rol de movimentações, convites informais e formais, telefonemas a conhecidos, amigos e ícones académico-mediáticos. "Ouve lá, conheces alguém que possa vir cá falar sobre a política externa portuguesa?" seria, muito provavelmente, mais ouvido nos corredores desse putativo instituto do que "Já viste este artigo submetido ontem pelo investigador y? Parece-te que tem qualidade para fazer parte do painel?".

E gostava que isto começasse a mudar, e se começasse a fazer cada vez mais pela eliminação das duas piores pragas da nossa academia: a pessoalização do saber, com a sua incapacidade para distinguir a crítica às ideias da crítica aos seus autores ou proponentes, e a feudalização do saber, com as suas redes fechadas e (semi-)privadas de suzerania e deferência e dos "old boys".

[Daniel]
« Home | Next »
| Next »
| Next »
| Next »

10:14 da tarde

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,性感影片,正妹,聊天室,
情色論壇    



:
:
: